Dicas de Betting – Brasileirão – 23ª rodada

Por Caio Bitencourt

Dia de Campeonato Brasileiro e Libertadores da América! Na 23ª rodada do Brasileirão, a equipe do Footure está trazendo mais dicas, números e estatísticas para você que está em busca daquele green e fugir de um redLembrando que, em breve, as rodadas completas estarão disponíveis apenas para os integrantes do Footure Club, vem fazer parte do time.

Um último aviso: por óbvio, não há 100% de garantia de acerto, mas são algumas das tendências para os duelos. Jogue com moderação.


Vasco x Santos

  • O Santos está invicto há 3 jogos diante do Vasco.
  • O Santos só venceu 1 das últimas 12 partidas como visitante diante do Vasco.
  • O Vasco não vence o Santos em São Januário desde o Brasileiro de 2015: vitória por 1–0 em 29 de novembro, gol de Nenê.
  • O Santos não vence em São Januário desde o Brasileiro de 2005: vitória santista por 3–1 no dia 26 de outubro daquele ano.
  • De lá pra cá, o Vasco quase só não venceu nos duelos de mandante o Santos quando o jogo foi fora de São Januário, seja no Maracanã, com 2–2 em 2013 e a vitória santista por 3–0 em 2018, ou seja no Engenhão, com o 0–0 de 2017.
  • Em todos os 6 confrontos em São Januário, foram 5 vitórias vascaínas desde 2006 e 1 empate, por 1–1 em 2006.
  • Em 7 dos últimos 8 jogos fora de casa do Santos no campeonato, houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Nos 3 últimos jogos em casa do Vasco no campeonato, houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • 22 dos 27 jogos da história do confronto entre Vasco e Santos nos pontos corridos tiveram 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • O Vasco só venceu 1 dos últimos 4 jogos em casa.
  • O Santos só venceu 1 dos últimos 4 jogos fora de casa.
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,67/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,74 gols/partida.

São Paulo x Fortaleza

  • O São Paulo só venceu 1 dos últimos 6 jogos.
  • O São Paulo não vence em casa há 3 jogos. Curiosamente, a última vitória foi contra o maior rival do Tricolor do Pici: o Ceará, por 1–0, em 18 de agosto.
  • Desde a saída de Rogério Ceni, o Fortaleza venceu apenas 1 de 4 jogos fora de casa: a vitória por 2–0 sobre o CSA, em 13 de agosto.
  • Em 19 dos últimos 22 jogos do São Paulo como mandante houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • São Paulo e Fortaleza já se enfrentaram no Pacaembu em partida válida pelo Brasileirão de 1973, em 31 de janeiro de 1974: vitória são-paulina por 1–0, com gol de Chicão.
  • O Fortaleza nunca venceu o São Paulo na capital paulista. Porém, na última partida na capital, pontuou no campeonato com um empate por 1–1 pelo Brasileirão de 2006.
  • Contando o Paulistão, o São Paulo fez 6 jogos no Pacaembu em 2019: 2 vitórias (Mirassol e São Bento), 2 empates (Ferroviária e Cruzeiro, este o 1–1 que foi o único jogo tricolor no Pacaembu no Brasileiro), e 2 derrotas (Guarani e Palmeiras).
  • Somente em 3 dos 11 jogos como mandante no campeonato, o São Paulo marcou mais de 1 gol numa partida (Botafogo 2–0, Santos 3–2 e Chapecoense 4–0).
  • Das 2 vitórias fora de casa do Fortaleza no campeonato, 1 foi com Rogério Ceni no comando (3–1 sobre a Chapecoense, em 19/5).
  • 5 de 7 jogos entre São Paulo e Fortaleza na era dos pontos corridos tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 1,93/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,28 gols/partida.

Grêmio x Corinthians

  • Em 25 dos últimos 29 jogos do Corinthians houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O Corinthians venceu seus últimos 3 jogos no campeonato.
  • O Grêmio está invicto há 4 jogos diante do Corinthians.
  • Porém, a última vitória corintiana no confronto foi justamente na Arena do Grêmio: vitória por 1–0 pelo Brasileiro de 2017.
  • O Grêmio venceu seus últimos 3 jogos em casa.
  • O Grêmio venceu no intervalo e no final da partida nos seus 3 últimos jogos em casa pelo Brasileirão.
  • Nos últimos 5 jogos do Grêmio pelo Brasileirão, houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • 19 dos 29 jogos entre Grêmio e Corinthians na era dos pontos corridos tiveram 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • 8 dos últimos 10 jogos entre Grêmio e Corinthians tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O Grêmio não sofreu gols em 6 dos últimos 8 jogos diante do Corinthians.
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,25/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,13 gols/partida.

Bahia x Athletico

  • O Athletico está invicto nos últimos 4 confrontos diante do Bahia.
  • O Athletico venceu 3 dos últimos 4 confrontos contra o Bahia pelo Brasileirão.
  • 5 dos últimos 6 jogos do Athletico tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • 7 dos últimos 8 jogos do Bahia em casa tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O Athletico não vence há 4 jogos fora de casa.
  • O Bahia desde o retorno da Copa América, quando joga em casa vem funcionando no esquema: empate-vitória. Desde o empate contra o Cruzeiro por 0–0 em 20 de julho, o tricolor sempre vence o jogo seguinte, e depois de ganhar o jogo seguinte, empata o outro em casa. O Bahia venceu o último em casa contra o Botafogo por 2–0.
  • O Bahia não emenda dois triunfos consecutivos como mandante desde quando ganhou de Fluminense (3–2), na Fonte Nova, e Grêmio (1–0), em Pituaçu. Entre eles, a vitória por 1–0 sobre o São Paulo na Copa do Brasil.
  • O Athletico sofreu ao menos um gol nos últimos 5 jogos pelo Brasileirão.
  • O Bahia marcou ao menos um gol nos últimos 10 jogos pelo Brasileirão.
  • Desde a eliminação na Copa do Brasil para o Grêmio, o Bahia perdeu apenas 1 dos últimos 12 jogos.
  • O Bahia não sofreu gol em 5 dos seus últimos 7 jogos pelo Brasileirão.
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,51/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,30 gols/partida.

Cruzeiro x Internacional

  • O Internacional não perde há 4 jogos para o Cruzeiro.
  • O Cruzeiro só venceu 1 dos últimos 7 jogos contra o Internacional desde 2015.
  • O Internacional não sofreu gols diante do Cruzeiro em 5 dos últimos 6 confrontos entre os dois.
  • O Cruzeiro não vence o Internacional desde a vitória por 2–1 pelo Brasileirão de 2014. O técnico colorado? Abel Braga.
  • Cruzeiro só venceu 2 dos últimos 19 jogos no Brasileirão.
  • O Internacional foi a equipe mais dirigida por Abel Braga, do Cruzeiro, na carreira. Mas e quando Abel enfrentou o Inter? Nos últimos 9 jogos na década, quando enfrentou o Colorado por Fluminense e Flamengo, foram 5 vitórias, 2 empates e 2 derrotas.
  • Nos últimos 3 jogos fora de casa do Internacional, houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • O Cruzeiro não vence em casa há 2 jogos, e no geral não vence há 5 jogos.
  • O Internacional não vence há 2 jogos.
  • 4 dos últimos 5 jogos do Cruzeiro como mandante tiveram 2 gols ou mais (mais 1.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,48/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,61 gols/partida.

Chapecoense x Flamengo

  • Chapecoense não vence há 7 jogos pelo Brasileirão.
  • Flamengo não perde há 9 jogos pelo Brasileirão.
  • Chapecoense não marcou gols em 5 das suas últimas 7 partidas.
  • A Chapecoense não vence há 3 partidas em casa.
  • Flamengo venceu seus 4 últimos jogos fora de casa.
  • 7 dos 18 gols de Gabriel no Flamengo pelo Brasileirão foram marcados fora de casa.
  • Desde o último gol de Everaldo, na última vitória da Chape, há 7 rodada, a equipe alviverde só marcou 2 gols no campeonato.
  • As duas únicas vitórias da Chapecoense no confronto contra o Flamengo foram em casa: 1–0 em 2014 e 3–2 em 2018. Nos outros 9 jogos, 8 vitórias do Flamengo e 1 empate.
  • Em 7 dos últimos 8 jogos da Chapecoense no Brasileirão houve menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Desde a chegada de Jorge Jesus ao Flamengo, 11 das 13 partidas rubro-negras no Brasileirão tiveram no mínimo 2 gols (mais que 1.5).
  • Os 5 últimos jogos do Flamengo no Brasileirão fora de casa tiveram 3 gols ou mais (mais que 2.5)
  • Média de gols do confronto (histórico/pontos corridos): 3,09/partida.

Ceará x Goiás

  • 2 dos 3 confrontos entre Ceará e Goiás nos pontos corridos terminaram empatados.
  • Última vitória do Ceará sobre o Goiás em Brasileiros: 3–1 no Castelão em 12 de setembro de 1993.
  • O Goiás venceu seus últimos 3 jogos no Brasileirão.
  • Últimas 5 estreias de Adilson Batista, novo técnico do Ceará, durante a Série A: América 2–1 Inter (2018), Joinville 0–2 Corinthians (2015), Vasco 2–1 Coritiba (2013), São Paulo 2–2 Atlético-GO (2011), Palmeiras 1–1 Corinthians (2010). 2 vitórias, 2 empates e 1 derrota.
  • O Goiás não sofreu gols nos últimos 3 jogos.
  • Última vitória do Goiás no Castelão pelo confronto na Série A: 2–0 em 20 de outubro de 1979, pelo Brasileirão daquele ano.
  • Por outro lado, o Goiás venceu no último confronto geral no Castelão: 1–0 pela Série B de 2017.
  • 8 dos 10 jogos entre Ceará e Goiás na história do Brasileirão tiveram 2 gols ou mais (mais que 1.5).
  • O Ceará não vence há 8 jogos no Brasileirão.
  • O Ceará não vence há 3 jogos em casa no Brasileirão.
  • Média de gols do confronto (histórico): 3,0/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 1,6 gols/partida.

Palmeiras x Atlético-MG

  • O Palmeiras está invicto a 6 jogos diante do Atlético-MG.
  • O Palmeiras venceu 21 dos últimos 23 jogos em casa pelo Brasileirão.
  • O Atlético-MG venceu 1 dos últimos 8 jogos pelo Brasileirão.
  • 6 das últimas 7 partidas entre Palmeiras e Atlético-MG tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O Palmeiras venceu no intervalo e no final da partida nos últimos 3 jogos.
  • O Palmeiras venceu 5 dos últimos 6 jogos desde a chegada de Mano Menezes.
  • O Atlético-MG venceu apenas 1 dos 8 últimos jogos fora de casa que fez pelo Brasileirão.
  • O Atlético-MG sofreu gols nos últimos 9 jogos pelo Brasileirão.
  • 4 dos últimos 5 jogos do Atlético-MG fora de casa tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • 3 dos últimos 5 jogos do Palmeiras tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,41/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,59 gols/partida.

Botafogo x Fluminense

  • O Botafogo não vence há 4 partidas.
  • O Botafogo só venceu 1 das últimas 8 partidas.
  • O Fluminense venceu 2 dos últimos 4 jogos.
  • 20 dos 29 jogos do período dos pontos corridos entre Botafogo e Fluminense tiveram menos de 3 gols (menos que 2.5).
  • Nos 19 clássicos Vovô no Estádio Nilton Santos (Engenhão), houve 9 vitórias do Fluminense, 6 do Botafogo e 7 empates.
  • O Fluminense sofreu gols em 13 dos últimos 15 jogos fora de casa.
  • O Botafogo venceu 8 dos últimos 10 clássicos contra o Fluminense feitos como mandante.
  • O Fluminense venceu apenas 3 dos últimos 15 jogos fora de casa pelo Brasileirão.
  • Em 8 dos últimos 10 jogos do Fluminense fora de casa houve 3 gols ou mais (mais que 2.5).
  • No Brasileirão, o empate, que já foi um resultado frequente, tem se tornado mais raro no clássico Vovô: O último empate entre Botafogo e Fluminense no Brasileirão foi por 1–1 em 2 de outubro de 2013.
  • A torcida tricolor pode esperar uma virada se sair atrás diante do Botafogo no clássico: suas últimas vitórias de virada diante do Fogão foram 2017, quando o Fluminense saiu atrás em 2 dos 3 duelos feitos no Nilton Santos, no Carioca e no Brasileiro. No Carioca, em 23/3, foi para o intervalo com 2–0 contra. Virou pra 3–2. No Brasileiro, em 4/11, o Flu saiu atrás com 1 minuto de jogo, mas venceu por 2–1.
  • As últimas viradas do Botafogo no clássico curiosamente foram em situações parecidas com a do Flu, mas em 2011: também ficou atrás no Carioca, em 6/2 daquele ano, mas por 2–1, terminou a frente por 3–2. No Brasileiro, em 27/8, saiu atrás com gol de Fred, mas virou pra 2–1, com gols de Elkeson e Lucas.
  • O Botafogo é uma das equipes que menos saíram na frente no campeonato, em 6 vezes, venceu 5 jogos assim, perdendo de virada apenas o clássico contra o Flamengo. Porém, é junto com o Atlético-MG, a equipe que mais virou jogos no Brasileirão 2019: 3 jogos, contra CSA, Athletico e Bahia, todos em casa.
  • Média de gols do confronto (histórico): 2,21/partida. Média de gols do confronto (pontos corridos): 2,03 gols/partida.

CSA x Avaí

  • Além do 0–0 no primeiro turno, Avaí e CSA se enfrentaram duas vezes pela Série B de 2018: 0–0 na Ressacada no turno, e 1–0 para o Avaí no Rei Pelé no returno.
  • O CSA nunca marcou um gol nos confrontos diante do Avaí.
  • 10 dos últimos 11 jogos do CSA tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O CSA venceu seus 2 últimos jogos em casa.
  • Todos os jogos entre CSA e Avaí tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • O Avaí venceu 2 das últimas 3 partidas fora de casa.
  • 4 dos últimos 6 jogos do Avaí fora de casa tiveram menos que 3 gols (menos que 2.5).
  • CSA e Avaí perderam seus 2 últimos jogos no campeonato.
  • Nas duas vezes que o Avaí saiu na frente do marcador fora de casa, venceu o jogo.
  • O CSA só sofreu uma virada quando saiu na frente no campeonato: foi contra o Botafogo, no dia 9 de junho, por 2–1.
  • Média de gols do confronto (histórico/pontos corridos): 0/partida.

 


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/footure/www/blog/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 399

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.