10 JÓIAS SUL-AMERICANAS

Por @BolivarSilveira

A Libertadores da América é o maior torneio do continente latino-americano, teoricamente os melhores de cada país classificam-se e brigam entre si para entrar no panteão dos campeões. O ato de elevar a copa mais próxima do céu já fez alguns sangrarem e outros a quebrarem o mini jogador no topo do troféu.

Se neste torneio jogam os melhores times, lá estão os melhores jogadores e a função deste texto é farejá-los; trazer ao público o conhecimento de jovens promessas que ainda passam longe dos holofotes da mídia tradicional. Trabalho de prospectar e analisar profissionais do futebol pelos países da América Latina tem se tornado cada vez mais comum aos clubes brasileiros, claro, incitado pela falta de recursos para contratar dentro do próprio território. Prospectar e contratar o jogador não se resume a procurar o mais talentoso. Existem filtros e métodos que devem ser aplicados para aumentar a chance de acerto de uma contratação. O que quero dizer com isso é: nem sempre os jogadores que estarão nesta lista se encaixarão no esquema de sua equipe do coração. Variáveis como função desempenhada, área do campo ocupada, adaptabilidade, sociabilidade e sistematização da equipe influenciam diretamente no encaixe de uma contratação.

Portanto, a lista de 10 nomes para ficar de olho durante a Libertadores da América*. A relação foi desenvolvida com base em  um filtro que considerou melhores scoutings, função desempenhada, idade entre 18-25 anos e popularidade relativamente baixa do grande público. É a lista dos melhores undergrounds da Copa Libertadores.

 

KEVIN RAMIREZ 

674183584

Jogador de lado de campo – preferencialmente o esquerdo -, que possui bom fundamento de drible e arrancada explosiva. Seu movimento mais comum é puxar o contra-ataque, chegar à linha de fundo e cruzar para área. O canhoto de 1,80m do Nacional do Uruguai vem  se valorizando a cada ano. Olho nele!

KEVIN RAMIREZ

 

RODRIGO AGUIRRE

Aguirre é mais um dos prodígios levados à Europa por Giampaolo Pozzo, megalomaníaco empresário dono de Udinese, Granada e Watford. Rodrigo Aguirre atua como referência, mas sai bastante da área para buscar o jogo associativo com seus companheiros. É normal assisti-lo interagindo com os meio-campistas durante a organização ofensiva. Jogador de bom passe finalização e cabeceio, no Nacional do Uruguai ainda busca espaço nos 11 titulares de Lasarte. Ultimamente tem atuado como falso 9 ou ponta direita, trocando de posição com Hugo Silveira. Foi dele o gol de empate no clássico contra o Peñarol no ultimo dia 5.

RODRIGO AGUIRRE

ASCACIBAR

A grande revelação do Estudiantes de La Plata nos últimos anos atende pelo nome de Santiago Ascacibar. O número 5 do Pincharrata é o líder e cão de guarda do sistema de Nelson Vivas. O mais incrível é que, com apenas 19 anos, já foi capitão do Estudiantes e da seleção sub-20 argentina. Ascacibar é a figura clássica do primeiro volante: destrói e larga a bola para o companheiro mais próximo. Os índices defensivos , regularidade e a intensidade pelo campo inteiro do jovem já impressionam clubes europeus.

ASCACIBAR

 

DAJOME

Cristian Dajome foi contratado pelo Atlético Nacional junto ao Tolima em 2016, sendo destaque na conquista do Colombiano pela equipe Paisa no mesmo ano. Em 2017 começou como titular tendo bons números, porém uma briga com o técnico Reinaldo Rueda e seu assistente Bernardo Redín e as críticas da torcida Verdolarga o afastaram do time. Aos poucos vem sendo reintegrado.

É um jogador de ótima visão de jogo e rara velocidade na condução da bola. Por onde passou sempre se destacou pela precisão dos passes e eficiente transição ofensiva. Atua com naturalidade tanto pelas duas extremidades quanto pelo centro, como um meia ofensivo. A facilidade para tirar do goleiro também é uma de suas qualidades.

DAJOME

 

TOMAS ANDRADE

626306410

Provavelmente você já viu Tomas Andrade na TV ou nas redes sociais. Recentemente um jogador do River Plate perdeu um gol sem goleiro e viralizou na internet: era ele. O lance diz muito sobre Tomas Andrade, um jovem com muito potencial, mas que por problemas extracampo não consegue se afirmar – compreensível levando em consideração a idade prematura. Andrade resume bem a malícia e talento típicos do enganche argentino. É dono de um ótimo passe, fundamentos de drible muito bem exercidos e excelente bola parada. Pode atuar por dentro ou pelas extremidades ofensivas.

TOMAS ANDRADE

PABLO GALDAMES

1476885259-auno694260

Dono de um bom passe, bom drible, boa subida ao ataque e ótimo entendimento de marcação zonal, Pablo Galdames vem se tornando referência como segundo homem de meio na Union Española. O chileno já esteve entre os convocados de Pizzi para vestir La Roja. A polivalência é outro destaque do jogador que também atua como lateral direito e recentemente foi procurado pelo River Plate.

PABLO GALDAMES

JEFFERSON SAVARINO

Prazer, Savagol! Savarino é o xodó do Zulia e não é para menos; o garoto tem 20 anos e números impressionantes para a idade. Na sua curta carreira já ostenta a média de um gol a cada 318 minutos, ou seja, um gol a cada 3,5 jogos. Pelo Campeonato Venezuelano 2017, um gol a cada 110 minutos e na Libertadores uma bola na rede a cada 180 minutos. Médias expressivas para um jovem atacante, porém há que se considerar um fator: Savarino não atua no ataque. O venezuelano é meio-campista, armando e puxando os contra-ataques do seu time.

Fica claro nos números que Jefferson Savarino possui faro de gol e fácil chegada na área, além de ótima leitura dos espaços e muito bom passe. É o caso quase literal do jogador que cobra o escanteio e entra na área para cabecear.

JEFFERSON SAVARINO

ALVARO RAMOS

O arsenal de gols da melhor equipe chilena atende pelo nome de Álvaro Ramos. Este baixinho potente que inferniza zagueiros nos Andes possui fundamentos muito bem treinados. Seu poder de aceleração, drible curto e movimento de pivô impressionam. O chileno não deve ficar muito tempo na equipe dos Dragões, pois seu potencial já é grande para o time do litoral do Pacífico. Alvaro Ramos pode atuar como falso 9, referência ou ponta direita.

ALVARO RAMOS

WALTER CHALA

108265347

A maior contratação do Barcelona de Guayaquil infelizmente sofreu uma lesão grave no joelho durante a pré-temporada e aos poucos vai voltando aos gramados. O ano de 2016 foi o melhor da carreira de Walter Chala, quando anotou 14 gols e 12 assistências em 42 jogos. O equatoriano transmite a impressão de ser lento, mas possui ótima biodinâmica, 1,83m e pernas muito longas, facilitando a ultrapassagem sobre o marcador rival. Chala é um referencia ou ponta direita de boa qualidade e alta velocidade.

WALTER CHALA

 

DAMIR CÉTER

A média de um gol a cada 1,35 jogos pelo Quindió chamou a atenção dos grandes clubes colombianos e durante a pré-temporada Damir Céter decidiu escolher os leões de Santa Fé. Antes de se apresentar ao novo clube jogou o torneio sub-20, onde marcou duas vezes nos dois jogos que disputou até se lesionar. Damir é um centroavante a moda antiga, de imposição física, individualismo e bom jogo aéreo.

DAMIR CÉTER

Agora o leitor do Projeto Footure poderá acompanhar os destaques escondido nos campos do Continente das Veias Abertas e quem sabe contrata-lo em seu Football Manager ou FIFA.

*Lista foi feita durante a primeira fase da competição.

Comment List

  • Honestamente não consigo ver essa qualidade em Ascacibar. Falam em novo Mascherano, pra mim ele é um Marcio Araújo novo. Desarma como um volante mediano, é terrível com a bola nos pés, atrapalha a saída de bola da equipe, toma decisões equivocadas e ainda por cima é um nanico.
    Fiz um post com vídeos sobre ele. Se puderem, dêem uma olhada e me digam o que acharam.

    http://futebolanalitico.com.br/prospeccao-de-jogadores/santiago-ascacibar/

    Sou ouvinte do Pitch invaders, vocês arrebentam!

    Abs

  • Felipe Simonetti 12 / 06 / 2017 Responder

    Todos já devidamente anotados e buscando no Football Manager kkk.

    Neste sentido mais promissor eu realmente ainda pouco conheço sobre os latino-americanos, mas dos um pouco mais mainstream Gonzalo Martínez, Martínez Quarta, Andrés Cubas e Peñaranda surpreendem (mesmo que estes dois últimos não estejam em terras latinas).

    Abs! Adoro vocês.

Deixe uma resposta